Pesquisa personalizada

quarta-feira, 7 de março de 2012

Fobias 1

Após deixar um comentário no blog da Smoo, sobre agricultura de quintal, lembrei-me que nunca confessei o que me deixa arrepiada só de pensar... quanto mais ouvir, ou sequer cheirar... Aquilo de que a maioria de portugueses gosta e aprecia, eu simplesmente abomino. Se alguém me quer ver arrepiada, até em pleno Verão com temperaturas de 40º, basta referir a palavra (já me arrepiei totalmente) COENTROS... e não me tentem enganar com eles sub-repticiamente escondidos em algum prato, eu dou por isso ao primeiro provar, algumas vezes até antes, pelo cheiro nos cozinhados. De resto gosto de todas as ervas aromáticas. Quanto a estas, nem sequer equaciono a hipótese de lhes tocar, e sou muito sensível ao seu cheiro. E como favas à portuguesa? Como, mas além de me dar ao hercúleo trabalho de retirar tudo o que seja essa planta para a beira do prato, as favas à portuguesa não me sabem a c-------, porque garanto quando sabem, não como nem mais uma fava nesse cozinhado... e não como mais nenhum cozinhado onde estes danados entrem.
E agora o segredo... em miúda eu gostava de uma açorda com essa planta, mas não me lembro em que altura da minha vida, nem o que se passou para que eu odeie, e me arrepie só de pensar nisto...
 (escrevi este post, com grande esforço e concentração, por forma a pensar o menos possível no elemento, e a arrepiar-me o menos possível... embora não tenha sido fácil, e me tenha arrepiado na mesma por mais vezes do que eu gostaria)

4 comentários:

stiletto disse...

Ora aí está uma fobia da qual eu nunca tinha ouvido falar. Já eu adoro essa ervinha ou não tivesse eu, origens alentejanas. Falando nisso já ia uma açordinha, carregada deles!

Smootha disse...

Que raio de fobia que foste arranjar...

blue eyes disse...

Não sei como aconteceu, mas sei que detesto...
:)

خدمات منزلية disse...

شركة مكافحة حشرات بالرياض
شركة نقل عفش بالرياض