Pesquisa personalizada

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Deu-me para reclamar...

Não venho ao blog há muito tempo, e hoje venho porque me apetece reclamar. De quê? De muitas coisas, e só porque em apetece. Da gaja, que hoje na estrada, me enervou porque andou a travar sem destino, a fazer tentens, e quando a vou ultrapassar mete-se à parva por ali adiante obrigando-me a uma manobra perigosa, porque eu já estava em ultrapassagem e não podia travar... do gajo que ia a 30 km hora quando ultrapassei a dita cuja e que me obrigou a fazer uma travagem entre a gaja e ela. Se uma faz asneira, outro anda tão devagar que mais valia andar de bicicleta, arre xiça, não é preciso andar a alta velocidade, mas andar quase parado...??? ou sou eu que sou implicante? Depois tenho de reclamar das empregadas da charcutaria de todos os super e hipers aqui da zona... todos, não é bem assim, porque há um onde me atendem como peço, mas é o que fica mais longe e fora de mão. Eu pergunto, custa assim tanto cortar fiambre ou presunto, ou lá o que quer seja, fininho como eu peço? Custa? Há dois então onde me dizem que as máquinas não cortam bem, que estragam...e eu que até digo que não faz mal, que não é para comer inteiro, engraçado que são em locais diferentes mas a gerência é a mesma e são ambos da mesma cadeia... será que só lhes forneceram máquinas ranhosas? E porque será que se for a um local da mesma cadeia, noutras terras fora da zona, até cortam como lhes peço...? Para além do facto de andarem a apregoar na televisão que são os mais baratos, aqui nesta zona são os mais caros... mas não são os únicos, parece que por aqui ninguém sabe usar a máquina de fatiar. A excepção, vou fazer publicidade, afinal merecem, são as senhoras da charcutaria do Continente do Fórum Montijo. Já desde os tempos do Carrefour, aqui sempre me fatiaram tudo como pedi, sem margem para qualquer reclamação. Pena que é o mais longe e só lá vou de vez em quando. De salientar que deixo de comprar fatiados para não ter de os devolver... por mau atendimento...
Mais? O gato que mordeu no meu Elvis e que lhe deixou uma orelha em estado bem mau... se passas por aqui meto-te um foguete lá no sitio onde o sol não entra e vais de fininho para lua... Era o que deveria fazer, mas visto que eu não faço mal aos animais, e gatos são gatos, a culpa mesmo é do dono que não dá comida ao pobre bicho e ele vem para a casa dos vizinhos fazer estragos, o melhor é meter o foguete no dono e mandá-lo sem bilhete de regresso para Plutão. A sorte dele é que não sei quem ele é, porque os gatos que por aqui andam nunca são de ninguém... mesmo que usem coleira... deviam ter de pagar a conta do Vet, para aprenderem a cuidar dos animais que tem e não irem fazer estragos fora de casa.

5 comentários:

Smootha disse...

eheh
A mandares o gato pra mim (pra Lua, não foi?), que seja de 2 pernas, pah...
Agora diz-me... há alguma vez que venhas aqui, que não reclames?
Ok... algumas das vezes não reclamas, mas sabe bem ler os teus desabafos :D
Bj

aespumadosdias disse...

Tenho saudades do Carrefour.

blue eyes disse...

Pah, se mandasse o gato para ti, o bichano não ia ser maltratado de certeza... quanto aos de duas pernas, lemento, mas não sei onde andam...

irracional disse...

e mai nada! é assim mesmo que se fala. pena é que reclamar aqui de nada adianta... a gaja que fez a asneira na autoestrada muito provavelmente não se reverá aqui descrita, e o gajo que anda a 30 km/h também não. As senhoras da charcutaria já poderão sorrir de orgulho, isto se tiverem a sorte de te ler. Mas pronto sempre desabafas. Quanto ao gato, se o apanhares e precisares de ajuda para lhe enfiares o foguete chama por mim.
Bjinhos

blue eyes disse...

Quanto ao gato se o apanhar por cá, enxoto-o. Já quanto a reclamar, ando mesmo naquelas fases em que tudo é motivo para explodir...
bjks