Pesquisa personalizada

sábado, 24 de dezembro de 2011

Para este Natal:

Este ano reforço aqueles que foram os pedidos de 2007, substituo aquele que foi o número 6, acrescesnto um muito importante o 10, e portanto Pai Natal eu quero:


1 . Melhor trabalho, que estou mais que farta de ser tratada como um robot,

2 . muita saúde, que as minhas tendinites andam assanhadas por tanto esfregar e limpar viaturas,

3 . harmonia aqui para o manicómio, estou farta de gerenciar esta casa de doidos,

4 . saúde para o meu Elvis, afinal é um gatarrão com 13 anos, e já entrou na terceira idade dos felinos,

5 . Paz, para todos, ok, pura utopia, eu sei, mas não custa tentar,

6 . Felicidade para mim, que bem a mereço.

7 . Paz e muito amor para todos os amigos e leitores bloguistas,

8 . que o próximo ano seja bem melhor, mas mesmo assim o pior de todos os que se seguirão.

9 . que todos os animais tenham um lar, comida e muito mimo como os meus tem.

10 . mudar para o meu apartamento definitivamente

11 . bem tudo o resto fica por tua conta, que eu sei que tu sabes fazer as coisas...

E para todos os que passam aqui para ler as loucuras do meu neurónio:


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Duro regresso...

Após 11 dias de merecido descanso regressei ao trabalho. Tal como eu esperava, existiam locais onde, nestes dias não passou a limpeza... Enfim, se eu acertasse no euromilhões, com a facilidade que adivinho estas coisas, eu já estaria na lista dos 10 mais ricos do mundo... Imagino que se eu resolver tirar duas semanas inteiras de férias, as chávenas do café na pia do lava louça, vão acabar por receber companheiras novas, quando já não houver mais nenhuma para ser usada (desta vez só sobrava uma), o chão do wc da oficina vai ter pelo chão algumas rãs, já que há fuga de água para o chão e sem limpeza diária, forma-se um charco, que é pisoteado fazendo um desenho psicadélico com formato de solas de vários tamanhos, e alguns mosquitos pelo ar. No balde de orgânicos da cozinha, cheira-me que encontrarei lá dentro, fungos de tamanho de um cão de fila brasileiro, que saltarão de lá com uma máscara de oxigénio, para me oferecerem, antes de eu desmaiar com o fedor que aquilo emana... o hipotético cenário descrito é ridículo, eu sei, mas é ao mesmo tempo muito real, tendo em conta o que encontrei só tendo estado de férias durante 11 dias... eu só gostava que isto terminasse, mas parece que se estão a preparar para que eu fique por lá muito tempo a limpar tudo e mais alguma coisa... de nada me valeram estes três anos e tal a ser profissional, a dar o melhor, se no fim, isso não teve importância, e me passam de empregada de escritório a empregada de limpezas rebaixada...

sábado, 3 de dezembro de 2011

Sem nada a dizer...

Estou numa fase não criativa! Estou numa fase a que chamo a fuga. O meu cérebro, quer dizer neurónio, filho único da minha existência enquanto ser pensante, não pagou a renda, e agora está às escuras. Não dá sinal de actividade. Pelo menos actividade aqui no blogue, porque fora isso, tem muito com que me entreter. Ele é o emprego, ele é a casa, ele é as mazelas fisícas que o trabalho me está a dar, ele é o carro que não sei se está avariado, ou se fui eu que não tomei atenção ao que o mecânico me disse na última conta que paguei. Enfim, aqui no blogue, nada, já a mim tem-me entretido dias a fio. E soluções? Nenhuma. Só me apresenta coisas para me ralar, as soluções, népias. A continuar assim, vou reclamar para o sindicato dos neurónios enferrujados, que é onde o meu está associado (até acho que não tem pago as cotas...) por falta de actividade, e ocupação indevida com falta de pagamento da renda do espaço oco que ocupa.

domingo, 27 de novembro de 2011

Curiosidade!



Estas imagens são do contador do meu blog. Intrigam-me! Repetem-se todos os dias. Tanto quanto me apercebo o meu blogue tem sido visto e revisto, de fio a pavio. Há meses, ou mesmo mais de um ano, que é assim. Até hoje não recebi feed-back de quem me tem lido. Gostava de ter uma resposta, saber quem me lê, ainda mais que me parece que é em inglês que essa leitura é feita. Por mim, tudo bem se a pessoa quiserdizer algo, eu entendo inglês.
I don't know You, but I hope You feel confortable to say something. Thanks!


quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Um anjo visitou-me...

Não sei o que me espera nos próximos tempos. Consegui que uma parte do meu passado recente levasse um bilhete só de ida para o báu dos casos terminados. Consegui uma serenidade interior a nível emocional e afectivo que espero se mantenha por bom tempo. Não posso explicar o que aconteceu e que levou a este estado de alma, mas posso dizer que por vezes alguém nos dá a mão e nos leva sem pressas, por caminhos que nos conduzem onde deveríamos estar. Foi o que me aconteceu, e agradeço a quem me trouxe aqui. Um dia, talvez novamente noutra dimensão, voltaremos a dar a mão.
Dedico-te esta música, porque sabes que sim, gostava que estivesses aqui...



(gostei de ter caminhado a teu lado, e de ter tocado a tua mão, e sim devo ser louca, não me importa)

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Para ouvir...

... em  alto som.




Hoje apetece-me ouvir esta banda, em alto som. (hoje e todos os dias...)

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Ha ha ha

Redução de salários no privado?

Trabalhar mais 30 minutos por dia?
Eliminação de feriados? (pontes, eu não sei o que são, aqui não se faz disso)
Os Srs. do FMI, sugerem tudo... e o cú lavado com água das malvas, não querem?
E que tal reduzir  primeiro o IVA, o preço dos alimentos, dos transportes, da renda da casa,  das coisas em geral? Só depois de reduzirem aí, eu aceito uma redução de ordenado.

Sou Multi-opções!

Se calhar ando a queixar-me à toa... afinal monotonia é o que eu não tenho no trabalho. Ele é limpezas, ele é ir para o parque debaixo de chuva torrencial, ele é ajudar no inventário do cliente, ele é substituir o ex-chefe no escritório. Falta saber se ainda me vão pedir que faça trabalho de mecânica e bate-chapas.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Castigo...

A melhor de hoje nas minhas novas funções de empregada de limpezas? Ter de limpar com diluente o chão de uma sala de 3.5 x 3.5 mts, sem janela. E... imagine-se, a ideia original era que eu limpasse aquilo à mão, de joelhos, ou de cú para o ar sei lá. Bati o pé e recusei fazer isso esfregando à mão, e de joelhos, ou lá como raio estavam a pensar que eu ia fazer aquilo. Tive de o fazer, esfregando com a minha bota, sobre papel absorvente como se andasse a arrastar os pés. Resultado? Mesmo com a máscara que coloquei, parecia que tinha respirado ar de um congelador, agora estou com o pingo no nariz, e doem-me os "quartos traseiros" do esforço de andar a esfregar fazendo força com a base da anca e da bacia. A sala em questão, é uma sala onde se guardam restos de tintas automóveis já preparadas, e se lavam os objectos de preparação e aplicação das mesmas e do que me lembro desde que lá trabalho (40 meses) nunca foi limpa, para além de ser passada uma vassoura, e o chão já estava quase negro.
Eu mereço, só pode... para me inventarem trabalhos, porque não têm mais nada para eu fazer... não me bastou passar a limpar urinóis e sanitas, como ainda me inventam coisas descabidas para fazer.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Para não variar, voltou... a perseguir-me...

De vez em quando sou perseguida por um energúmeno que ficou atolado em 1998, e nunca mais de lá saiu. Usa técnicas manhosas e outras que tais para chegar aos objectivos. Para tal aventesma só tenho uma coisa a dizer: "_ Arranja uma vida, pacóvio!"

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Enganada, humilhada, maltratada.

Neste momento sinto-me humilhada, e nada fiz para isso. Após três anos e meio de dedicação à empresa, sou passada de cavalo para burro. Se comecei na limpeza de viaturas, e passei depois para os serviços administrativos da oficina, e depois para os serviços de entrada e expedição de viaturas, e nunca me mudaram a categoria no recibo de ordenado, já foi com deliberada intenção. Após a reestruturação da empresa, e os despedimentos, eu pensei que a minha vez chegaria, porque começou a faltar trabalho e a sobrar tempo aqui no departamento. Como renegociaram o ordenado do chefe, pensei que eu seria despedida. Não fui, mas a sensação de que não era viável eu continuar aqui, quando o trabalho mal dá para um, quanto mais para dois, foi-se acentuando dia para dia, e algumas vezes reflecti isso nos meus blogues. Pois hoje, foi o dia... Aproveitando que o chefe veio mais tarde, o administrador veio falar comigo sobre a decisão da empresa. Não me foi previamente perguntada a opinião, apenas me foi comunicada a decisão, HOJE a DOIS dias de me mudarem, com a conversa de que podemos ter opiniões diferentes e não concordar, mas que decidiram que como eu sou boa funcionária, como posso vir aqui substituir o chefe quando ele estiver de férias, mas como sou mulher e na oficina os homens não são bons a limpar as viaturas, falta lá aquele toque de perfeccionismo que eu tenho, volto para a limpeza de viaturas. Até aqui tudo bem, foi lá que comecei e até entendo a reestruturação. O pior veio depois... como não há neste momento quase nenhumas viaturas para limpar, e mandaram embora a empregada das limpezas, eu vou ficar encarregue de limpar as instalações da empresa e as casa de banho, neste caso as dos homens ( mulheres somos apenas duas, eu e a rapariga da facturação). Eu estive apenas 1 mês na limpeza de viaturas, no segundo mês fui substituir nas férias a rapariga do escritório da oficina, e já não me deixaram sair de lá, porque ela tinha o trabalho mal executado e atrasado. Há mais de 3 anos que estou nos serviços administrativos, e agora assim de chofre, passo a empregada da limpeza. Sinto-me humilhada, gozada. De modo nenhum sinto que estejam a dar valor ao meu profissionalismo e dedicação. Se fosse só voltar para a limpeza de viaturas, ainda entendia, aceitava na boa, mas transformarem isso em outra coisa, sem sequer me consultarem antes de decidirem, não aceito. Não vejo nenhum mal em ser-se empregado de limpezas, mas não é por obrigação que o aceito fazer. Não foi o trabalho que eu procurei quando vim para cá trabalhar. Uma coisa é eu procurar esse emprego por iniciativa própria, outra coisa, é transformarem três anos e tal de trabalho em despromoção, e fazerem de mim pau para toda a obra. Vou fazer limpezas, e se o chefe faltar ou for de férias, eu venho cá fazer o serviço dele, depois volto ao avental, luvas e esrfegona. NÃO. A conversa de que se a empresa melhorar, eu volto para aqui, porque estou dentro do serviço é história para boi dormir. A conversa de melhorar a empresa já não convence. É conversa com 2 anos, e nunca mudou para melhor, só piorou. A conversa de que há conversações de outros de negócios já tem  2 anos e nunca nada se concretizou. A conversa de novos clientes já tem 2 anos, e nunca aconteceram novos clientes, apenas serviços pontuais. Não acredito em milagres, muito menos no Pai Natal e no Coelhinho da Páscoa. Na actual conjuntura, acredito que o que está mau, vai piorar. Preferia mil vezes que me tivessem mandado embora com o primeiro grupo, que me manterem aqui para me humilharem desta maneira e obrigarem-me a tomar decisões muito difíceis. NÃO aceito. Eu devia ter sido consultada antes, e devia tre-me sido dada hipótese de negociar a saída como fizeram com os meus colegas que foram despedidos. Não, não me digam para ter Esperança, eu já não consigo. Vou ter de lhes comunicar que NÃO CONCORDO, e só aceito porque não me dão outra hipótese, e que vou procurar outro trabalho entretanto.  Sim, estou à procura de TRABALHO!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Ficar em casa...


Está bom para os fabricantes e vendedores guarda-chuvas.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Já não há Portas a Bater...


E peguntava Jeroónimo Sousa do PCP, onde anda o Ministro Paulo Portas, que andava sempre blá, blá, blá, sobre tudo e mais alguma coisa,  e desde que saiu o Orçamento de Estado para 2012, nunca mais foi visto, nem abriu a boca...
Eu a isso tenho a dizer que Paulo Portas, "fechou-se............................ em copas...!!!"

e aqui entre nós, que ninguém nos ouve... está na Líbia, para o funeral de kaddafi... em solidariedade aos camelos, que ele trouxe quando cá esteve por altura da cimeira UE - África em 2010.



quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Depois dos porcos e das galinhas, é a vez do...

Depois desta gripe, veio esta:

este ano, será outro bicho a causar a gripe, pelo menos para os portugueses:

Será este:
    
  •   
  •   
  •   
  •   
  •    
  •    






Tenho para mim, que vamos ter gripe do coelho por muitos e longos anos...

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Oh! Desókupa aí o espaço...


Como é normal nesta época e para não destoar dos restantes anos, os meus pulmões resolveram dar guarida a um monte de virús e bactérias, sem cobrar renda por isso. Expulsaram-me do meu corpo, e agora parece que ando aqui à volta a pairar na esperança que a porta se abra e eu me possa encaixar em mim novamente. A 1ª tentativa de encaixe no meu próprio corpo, foi feita no sábado com uma ida ao atendimento complementar do centro de saúde, e saldou-se no meu pedido para uma dose cavalar de penicilina, que normalmente é o que põe as bactérias com os cabelos em pé e a fugir a sete pés da minha garganta. Deve ter resultado, se bem que devem ter ficado algumas, mais corajosas, porque a coisa não está totalmente em condições, ainda há sensação de arrasto na garganta, e o hálito não voltou ao normal, logo, as danadas não se devem ter assustado e ficaram cá para vingança da expulsão das outras. Nos pulmões o festim é total, devem haver raves, disco-sound anos 80, festas de música electrónica e rock sinfónico a bombar o tempo todo. Não há rebuçado de mentol que me tire a voz de bagaço, nem mel com limão que me valha. O nariz está tratado com cetirizina, pois mais parecia uma torneira com a rosca moída, apertava, apertava, e se largava,  a qualquer momento desatava a correr água  em bica, e corria o risco que me fosse servir de tempero e de cair directamente dentro do tacho do jantar... Já devia estar habituada a estes okupas, pois é, a mesma treta todos os anos, pelo menos duas vezes, instalam-se a seu bel-prazer, e eu que me aguente, quem me manda ser fraca da garganta e dos pulmões, ter as defesas em baixo e beber 0,75 cl de água gelada antes de dormir, já para não deitar culpas também ao ar condicionado no trabalho. Já pedi uma ordem de restrição para bactérias e virús okupas, para o próximo ano em Março, mas quer-me parecer que o pedido virá recusado por falta de quórum por parte dos agentes da defesa envolvidos no processo.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Quem quer contribuir?

Um fulano ao chegar à praça da portagem da Ponte 25 de Abril, constata que o trânsito está literalmente parado. Vê aproximar-se um indivíduo, carro a carro e a conversar com as pessoas, até que chega junto dele e lhe diz:


"_Está um gajo na entrada da ponte com o 1º Ministro atado de mãos e pés, e diz que se não lhe derem 100.000€, que lhe ateia fogo com gasolina, estamos a fazer uma colecta para ajudar."

O fulano pergunta:

"_Quanto é que cada um está a dar?"

O indivíduo responde:

"_Entre 4 e 5 litros cada um..."

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Intranquilizámo-nos...???

Hummm, e depois de fazer tudo com tranquilidade, eis, que surge agora a intranquilidade... pelo menos assim o disse o seleccionador nacional P. Bento, quando questionado pelo repórter N. Luz na conferência de imprensa ontem após o jogo com a Dinamarca. Depois assumiu a culpa na derrota, o que acho bem, é de louvar, muito poucos o fazem, se bem que os escolhidos não estejam de todo isentos de culpa, pois mais que do treinador a culpa é deles, porque são eles que estão dentro das quatro linhas e têm de dar o litro. No entanto a mentalidade portuguesa, que se viu em quase todo o lado, aquele pensar pequenino que tão bem define os portugueses, de que bastava um empate, como sempre acontece nestas alturas fez moça, e é o que se viu... vão aos play-off, e lá vamos andar a sofrer até à última, ou não fossemos nós os campeões do sofrer até ao fim...



segunda-feira, 10 de outubro de 2011

A ver vamos...

Após uma semana de férias, e bem longe da net, as novidades no trabalho não me parecem nada animadoras. Não sei que rumo a minha vida irá tomar, certamente irá ficar pior do que já está, e não sei até que ponto eu vou ser capaz de encaixar as cenas dos próximos capítulos. A ver vamos. Não sei até que ponto poderei sequer aceder ao blogue, porque em casa estou sem net, e nem sei quando voltarei a ter novamente. As coisas estão um bocado beras, e há que aprender a viver segundo os novos tempos. Profissionalmente parece-me que irei passar de cavalo para burro, é uma sensação que tenho, mas nestes casos costumo ter a sensação certa, foi o juntar de 1+1=2, e perceber o porquê de cenas anteriores noutros capítulos. Se contribui, para que assim fosse? Não, nem uma única vez. É a conjuntura, sempre a malvada da conjuntura... e eu a pagar de uma forma ou de outra a crise deste país. Só espero que descendo de cavalo para burro, não me queiram reduzir o ordenado também, porque aí, eu prefiro que me mandem embora. Tal como disse, a ver vamos...

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Justiça à portuguesa...

Nem sei como ainda me espanto com certas notícias, afinal neste país tudo é possível. Não será de espantar que este ano tenham existido mais mortes por violência doméstica, que nos anos anteriores, e enquanto os tribunais continuarem a agir como nesta notícia, os números tenderão a piorar. Eu sei o que é esta violência, seja ela física ou psicológica. Também sei que depois da primeira, nunca mais há um STOP. Por mais pedidos de desculpa, por mais promessas de que nuca mais se repetirá, tudo será ainda pior. De cada vez, que se repete é sempre pior, e se damos luta, se ganhamos força e tentamos fazer frente, é mesmo pior. Eu ainda andava pela casa dos vintes, e consegui por termo ao pesadelo. As marcas, essas ficam para sempre, condicionam a vida futura em todos os aspectos, principalmente na parte dos afectos. O medo da repetição vai estar lá, sempre. Por mais que tentemos ignorar, vai saltar ao mais pequeno pormenor, ao minímo vislumbre de uma possível discussão, fica-se á espera de uma mão que vai voar em nossa direcção, de uma palavra que vai cravar no coração, uma dor tão atroz, que nos faz perder as forças. Nunca mais se é a mesma pessoa. Está em nós, mulheres ou homens, vítimas de violência, dar o primeiro passo para nos libertarmos. Quando não é possível, as coisas tendem a terminar mal, como neste caso. E depois os tribunais, que deviam de estar do lado das vítimas, acabam por estar do lado do agressor. Não entendo a justiça portuguesa, o que é preciso para que um caso como o da notícia seja considerado um caso de violência doméstica? Em muitos casos, decisões destas, acabaram por fazer com que os números das estatísticas disparassem no pior sentido... Pergunto eu, se a senhora vitima desta violência, for a casa do(a) Juiz, e lhe der com uma cadeira em cima, também não pode ser considerado violência, pois não? E se o ex-marido da senhora acabar por a matar, o(a) Juiz, também vai para a cadeia por cumplicidade no crime? Como pode a justiça, num caso destes aceitar que o agressor pague mais de multa, que da agressão à vitima? Caminhamos mesmo para a uma nova idade das trevas...

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Prémio...

Atribuído o Prémio MAIS VALIA ESTAR CALADO, OU COMER UM BM !

Há mentalidades que evoluem, e há aquelas que regridem em grande velocidade directas à idade da pedra. Este caminha a passos largos para ser um homem das cavernas...



Dizer tanto disparate, em tão pouco tempo... Compara o cú com as calças! Assim sendo, que tal comparar antes as touradas com o que os romanos faziam no seu Coliseu em Roma, com os filhos da classe trabalhadora, as peles de carneiros e leões à mistura?

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Cérebros...



Um grupo de cientistas arranjou três cabeças para estudar o cérebro: Uma de um alemão, outra de um francês e uma de uma loira.
Quando abriram a cabeça do alemão encontraram um monte de fios todos ordenadinhos, muito bem ligados e organizados com código de cores.
Na cabeça do francês encontraram o monte de fios todos emaranhados, uma confusão tremenda.
Mas a cabeça da loira era ôca e havia apenas um fio que atravessava a cabeça de um lado ao outro
Muito intrigados, os cientistas decidiram tentar descobrir qual a função daquele fio. Então, cortaram o fio e as duas orelhas caíram.

sábado, 24 de setembro de 2011

As vacas... sorriem... nos Açores...















Eu tento, mas é mais forte que eu... e mesmo com o seu quê de piadinha, há política no meio...
Já devo ter referido aqui no blogue a propósito do namorado que me fugiu para os Açores, que o danado deve ter fugido porque eu lhe tinha dito que o leite de vaca dos Açores é que era bom, e ele não foi de modas, quando lá foi já não voltou, deixou-se ficar encantado com o leite das vacas... e agora o Presidente da República, veio mostrar que as vacas por lá, não servem só para dar leite... afinal recebem as vistas com um sorriso... e está explicado porque fiquei eu a chuchar no dedo... um sorriso, e umas boas tetas, e um homem fica perdido nos Açores...

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

A mãe de Deus...

Eu não disse que ia deixar de abordar política aqui no blogue? Pois depois do post de ontem, deixo o de hoje dedicado à Stiletto , e prometo também que vou parar de colocar só posts deste género, e voltar ao registo normal deste blog, afinal tenho de agradar a todos os leitores, e istes posts só agradam mesmo à parte feminina.


Quatro mães católicas estão tomando um chá.

A primeira mãe, querendo impressionar as outras diz:

- Meu filho é padre.

Quando ele entra em qualquer lugar todos se levantam e

dizem: "Boa tarde, Padre!"


A segunda mãe não fica para trás e comenta:

- Pois meu filho é bispo.

Quando ele entra em uma sala, com aquela roupa, todos

param o que estão fazendo e dizem: "Sua bênção, Bispo!"


A terceira mãe, calmamente, acrescenta:

- Pois o meu é cardeal.

Quando entra em uma sala todos se levantam, beijam o seu

anel e dizem: "Sua bênção, Eminência!"


A quarta mãe permanece quieta...


Então, a mãe do cardeal, só para provocar, pergunta:

- E o seu filho, não é religioso?


A quarta mãe responde:

- Meu filho tem 1,90 m, tem olhos verdes, bronzeado e

pratica musculação. Quando entra numa sala, todo mundo

olha e diz:
AI MEU DEUS!!!!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Encontrei a anedota na net, e a foto também, a ilustrar a anedota, quando procurava os tais deuses...  Espero que tenha sido uma visão agradável até porque me parece que professas a mesma religião, lol :-) Quanto ao A. não mete o nariz aqui, isto é entre mim e a Stiletto, tá?

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Lavar as vistas...



Os pais que fazem coisas destas , deveriam receber um prémio por benefícios à humanidade... principalmente no que toca a benefícios oftalmológicos... é que isto é um lavar das vistas que nem vos conto... eu parei automaticamente de estar a fazer "pisca-pisca"... também o meu sorriso melhorou em 200%, e o meu humor recuperou, tendo até esquecido... hããã? Esqueci o quê...??

 

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Referendar a regionalização... ou nem por isso...

Tenho que me deixar de conversas de políticaa e crise aqui no blogue com esta frequência, que não sendo diária, pelo menos os últimos posts tem sido sobre estes temas. Mas em jeito de remate final, pergunto eu do alto da minha ignorância nestes temas de politicas e crises, se afinal depois de se ver o tamanho do buraco da ilha ajardinada, se ainda valerá a pena discutir ou querer referendar a regionalização? Eu sei que nem toda a gente iria abrir crateras nas contas a apresentar caso se avançasse nesse sentido, mas também sei que este país é o paraíso para os corruptos de meia tigela, os corruptos domésticos, que só metem dinheiro ao bolso por 2  razões... por TUDO e por NADA. Não será melhor manter o sistema administrativo tal como está, afinal os presidentes de câmara, sempre são raia um pouco mais miúda, que aqueles que já esfregam as mãos de desejo de que se avance com a regionalização, com esperança de ficarem com a administração dessas regiões a criar, e conseguirem também eles enviar uns trocos para os sobrinhos taxistas na Suíça... Para quê criar mais regiões administrativas, mas uns quantos a viver por conta do orçamento? E depois as desgraçadas das câmaras que não forem da cor do administrador regional a que pertencem, vão com toda a certeza ser preteridas em prol daquelas que vestem a cor do administrador regional e que compactuem com os compadrios e apadrinhamentos. 
Claro que nem toda a gente é corrupta, mas parece-me que os números actuais em Portugal, obrigam a uma profunda reflexão, quer em termos administrativos, quer Governativos, quer em grande parte dos quadrantes económicos e sociais... e não sei se algum dia se chegarão a conclusões sobre o tema corrupção, afinal depois que nasceu a febre do ouro, das especiarias, e das pedras preciosas, nunca mais a honestidade deixou de ser  ultrapassada pela falta de escrúpulos, pela ganância e pela corrupção. Mas com este até, é o país dos TACHOS, nunca se sabe qual o cozinhado que se segue no cardápio nacional...

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Parou? Parou porquê?

Parece que o TGV, que era para ser um comboio de alta velociade, que ia ligar Portugal ao resto da Europa em linha de alta velocidade, parou, foi barrado pelo actual Governo.
Agora, vai mudar, vai ser mais lento e vai chamar-se TPC...
Transporte a Passos de Coelho...

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

30% de aumento na electricidade???



A ERSE, reguladora do mercado da electricidade em Portugal, já veio desmentir a notícia, mas por via das dúvidas eu já comprei um carregamento de velas de cera, e tenho um burro e uma carroça encomendados... para comer, como felizmente tenho um pouco de terreno, vou deixá-lo em pousio, a ver se nascem ervas daninhas por lá, sempre vai dar para alimentar o burro, e a mim à família, sem mais gastos... e vou tentar roubar uns borregos algures, para comer alguma carne e com as peles fazer alguma coisa para me livrar do frio... é que já não sei onde tirar mais...
Atiram-se estas tretas para a rua, as acções em bolsa disparam, e ajudam o PSI20 a equilibrar-se dos tombos dos úlitmos dias, a gente ficamos de orelha em pé, não vá ser verdade, ou não estejam eles a atirar barro à parede a ver se cola, e assim mais uma sexta-feira quente na crise portuguesa. Eu até acho que esta notícia foi para distrair o pessoal para que o impacto no défice, do buraco de cerca de 1000 milhões  das facturas da Madeira, não ponha mais gente a bater no Alberto, coitadinho.

 

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

O convento...













Diz o ditado que quem está dentro do convento é que sabe o que lá vai dentro. Ora com o Estado português, parece que não sabem o que se passa dentro do convento deles. Dizem as notícias, que o Governo vai criar sistema para saber quantos funcionários tem e quanto ganham, pois o Executivo desconhece o número de funcionários públicos com vínculo ao Estado, bem como os valores dos ordenados destes. Que maravilha de país. 
Ora se nem sabem, o número de freiras que têm dentro do convento deles, como podem querer Governar a casa dos outros?


terça-feira, 13 de setembro de 2011

Ossos...

Odeio os ossos do ofício... começam a dar-me cabo dos dentes... e da paciência...

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Os outros heróis!

Porque falar da queda do WTC, de quanto o mundo mudou, o quanto nós mudámos, já não irá acrescentar muito mais ao que outros já disseram, deixo este vídeo com uma homenagem aos heróis silenciosos, aqueles que geralmente, quase são esquecidos, quase nunca são referidos,  mas que também desempenham um papel importante nestas tragédias. Os cães salvadores ou de resgate de vitímas, com e sem vida. Companheiros de polícias e bombeiros, e heróis com os mesmos direitos a louvores por serviços prestados, e por lealdade ao seus companheiros de trabalho humanos e lealdade com a sua profissão de resgate, e demais humanos vitímas de catástrofes.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Xilofene, precisa-se...

Vou comprar xilofene e dar nos móveis do meu apartamento, é que nunca se sabe... Diz-se nas notícias, que anda por aí um bicho, gordo, bem grande que faz estragos profundos na madeira, e mais vale prevenir...
Se encontrarem por aí este bicho:


muito cuidado, parece que já fez um buraco muito grande na Madeira, algo tipo 500 milhões de €ss... Está portanto encontrado uma nova espécie de bicho da madeira, depois do Clinton, que era mais fino, e só comia secretárias na sala oval da Casa Branca... Este é pior, pois já comeu toda a madeira de uma ilha inteira...

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

?

Não sei quem és! Não sei onde estás! Nem sei se um dia nos iremos encontrar...
Apenas sei que necessito do teu sorriso, necessito do teu abraço... agora...


  

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

WTF????? - 2









Hummm, esperei encontrar coisas absurdas nas pesquisas neste blog, mas esta supera as expectativas... totalmente...

Corta, corta, corta...

O discurso do vamos cortar nas despesas do Governo já cansa, os discurso de que os cortes serão os maiores desde mil eventos e troca o passo já enjoam... Até agora, são só impostos e mais impostos, ainda que os anunciados hoje só afectem a classe que ganha acima de 150.000€ anuais, e isso é mesmo para quem ganha muito dinheiro... porque se ganhassem o mesmo que eu, diriam mesmo que esses já são ricos... Resumindo, eu já começo a deitar fumo pelas orelhas e pondero mesmo participar nas manifestações que se começam a agendar. Chega de roubar o povo, é hora de o Governo cortar nas despesas dele mesmo, e não é a anunciar que se vão despedir funcionários públicos... que embora sejam em maior número que os necessários, só vão gerar reformas antecipadas e mais pessoas a viver de subsídio de desemprego. Parem de fazer previsões absurdas, tipo 2013, se não sabem sequer onde vão estar nos próximos 6 meses. CORTEM de uma vez nas MORDOMIAS, cortem nas sub-empreitadas, das sub-empreitadas, das sub-empreitadas, das empreitadas de obras públicas. Deixem de andar a gastar dinheiro dos contribuintes, a fazerem figura em périplo de viagem alguns países da Europa, para anunciarem as medidas que vão tomar para nos roubar ainda mais, porque cortes... só se for nos dedos... as medidas anunciam-se em casa, não é indo para a Espanha, França e Alemanha em visita, a gastar dos cofres do Estado. Não é com reuniões com a chanceler alemã, para lhe dizer que estamos muito bem, a lixar quem trabalha que chegamos lá. Não é com reuniões com a chanceler nazi, a explicar que se chumbou o PEC4, não porque fosse mau, mas porque se queria descredibilizar ainda mais o Governo em funções, e deitá-lo abaixo para ir para lá lixar os portugueses ainda mais que os outros que lá estiveram antes. Não é a mentir, a dizer que se foi mentor das medidas da Troika, se ainda não se tinham ganho eleições, se já havia um PEC4, com essas medidas. Sejam honestos de uma vez,  CORTEM, mas cortem no despesismo do Estado. Cedam de uma vez a independência da Madeira, e deixem o jardineiro da treta a governar-se com o que roubou, e com o produto do próprio trabalho. Não se ponham em discurso para inglês ver, em território espanhol, a dizer que o rombo nas contas da ilha já estava contabilizado, e que já está colmatado... claro, o jardineiro faz um rombo de 500 milhões de €uros, e o Governo do Continente paga, para não fazer mossa nas contas do diferencial do PIB. Andamos a ser roubados para pagar o buraco do Governo, e ainda somos roubados para pagar os buracos no Jardim, no quintal de um jardineiro trafulha. CORTEM, mas cortem, de uma vez, e não no bolso de quem trabalha, que nesse já não há nem migalhas para os ratos... Chega de empurrar os portugueses para a miséria, e para a fome...

(Desabafei, mas não me sinto melhor, longe disso...)

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Tábuas e pregos, precisam-se...

Oh! A cara de espanto deste...
(Imagem da internet, não é do Algarve, eu nem sei onde isso fica...)


Tem surgido nas notícias, relatos de avistamentos de tubarões nas praias do Algarve. Segundo as parangonas das revistas cor de rosa, a classe política costuma rumar ao Algarve nesta época... As autoridades e os entendidos e conhecedores dos mares da região, os pescadores, afirmam ser uma situação bastante normal, dizem que o mais provável é serem tubarões martelo à procura de alimento, sardinhas e cavalas. Eu digo que andam à procura de tábuas e pregos... para construir uma arca de Noé... esta país está a afundar...

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Porque... é o REI...

Hoje passam 34 anos sobre a sua morte... e eu não esqueço nunca as homenagens ao REI:

Elvis Presley - My Way

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

NGV - neura a alta velocidade...

Avizinha-se em alta velocidade um neura daquelas que me vão fazer revoltar as entranhas. Não bastam já as medidas que me vão mexer no bolso, e que me estão a por só a fazer contas de "sumir", como as férias do chefe são sempre sinónimo de mais chatices, e o nosso cliente banca é aquilo a que os americanos chamam "a pain in the ass". Vou precisar de uma dose indsutrial de paciência para lidar com a sra Xy. que geralmente nos põe a deitar fumo pelas orelhas, e que nos vence pelo cansaço, já depois de estarmos a pontos de cortar os pulsos. A juntar a tudo isto, 90% da empresa vai estar de férias na próxima semana, o que na prática significa que vai haver um défice de mão de obra... e mais responsabilidades para mim... e nenhuma luz ao fundo do túnel... (sim, as coisas estão tão más que o mais certo é a empresa fechar um dia destes).

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Eu queria entender... mas neste caso, é uma cena que não me assite...

A malta estuda, estuda, estuda, faz a licenciatura, e depois com o compadrio de compadres, dos compadres, dos compadres do pai, acaba num gabinete de Estado, como assessor ou como secretário de Estado, ou legisladores, ou sei lá ( eu não estudei muito) que função chamar a quem trata destas coisas, o que nem é mau, tendo em conta as regalias que isso implica. O que é mau, é que depois de tanto estudo, de tanta hora fechado agarrado aos livros, de tanto tempo sem viver na rua e conhecer a vida maravilhosa cá fora, se deitem a criar leis tão estúpidas que nem aos interessados... interessam. Mas em que raio de país a malta vive, que na legislação para a próxima época de caça, há permissão para matar melros, e logo aos 40 por dia? Vivo no campo e não consigo nem vislumbrar 8 durante um dia inteiro, porque cada vez há menos a sobreviverem a todos os factores que implicam o desaparecimento de uma espécie. E quem é que se lembrou que melros são para caçar e comer? Na volta há um chinês a legislar em Portugal... ( não tenho nada contra os chineses, mas todos sabemos que comem tudo o que se mexa e ande com as costas para o sol...). É que nem aos caçadores, principais interessados nas leis da caça, isto agrada, e já foram escritas cartas à Ministra da Agricultura, no sentido de inverter a legislação que aprova que se matem os pobres melros, que tanto embelezam a nossa fauna.  Não consigo entender tamanha estupidez, mas não consigo mesmo. Um dia destes abrem a caça às andorinhas nos beirais do telhados...

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Até Sempre...

Já tinha lido na internet, uma chamada para uma notícia de um assassinato de um cidadão português no Brasil. Pensei trata-se de um assalto, daqueles que ocorrem com tanta frequência, e como estava no trabalho, não fui ler o desenvolvimento da notícia, pensando que nos telejornais acabaria por ver. Assim foi, nas frequentes chamadas para a notícia, a cara era-me familiar, alguém que eu já teria visto, ou contactado, não associei logo, mas de repente fez-se luz, e a notícia confirmou. A blogosfera tem destas coisas, conhecemos pessoas, trocamos comentários, às vezes recebemos conselhos, palavras de amizade, e nunca esperamos por estas notícias, tão tristes, de acontecimentos tão trágicos. Partiu cedo e sem aviso. Ficam para sempre as palavras escritas de Rolando Palma, em histórias quase tão reais como a própria vida, no blog Entremares.
Até sempre caro Rolando.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Insanidade uma m-r--....

A propósito do sacana que cometeu um acto bárbaro na Noruega, tenho visto muitas pessoas alegarem que o fulano cometeu o acto terrível porque estaria em insanidade mental... o mesmo já alegou o cabo assassino de jovens lá no norte, também o fulano de Torres Vedras que alegadamente assassinou três jovens (alegadamente, porque ainda não decorreu o julgamento), o advogado do assassino de Carlos Castro, também pretende alegar insanidade momentânea.
Agora de cada vez que alguém comete um assaninato seja ele de uma ou várias pessoas, a insanidade é logo posta á cabeça como causa provável de tão bárbaro acto. Insanidade? Insanos (não me refiro neste caso aos advogados porque esses têm que os defender) são os que ainda defendem estas pessoas, são os que os tentam desculpar com a insanidade momentânea, ou total. Daqui a pouco vamos estar a construir hospícios em vez de cadeias, para internar tanto inimputável que comete crimes bárbaros. A extrema direita existe, não é só na Noruega, e por cá já tivemos alguns "casos menores" (menores nem por isso, já morreram pessoas às mãos dos skin-heads) com acções dos extremistas de direita. Quem nos garante que um dia destes não há por aí alguém que toma medidas idênticas por cá? Da maneira que as coisas andam ... o que não falta por aí são extremistas... que se consideram "exterministas" ... Agora não se use a insanidade para desculpar terroristas e assassinos em massa.

(este post foi baseado num comentário que deixei no blog Espuma dos Dias, que está ali na secção de blogs que sigo)

terça-feira, 19 de julho de 2011

O baú!

E quando pensava que já estava tudo arrumado no baú do esquecimento, bastou um olhar desconhecido,  e do baú emergiu aquilo que eu já queria ter esquecido de vez. Há que colocar uma tampa bem mais pesada no baú...

terça-feira, 12 de julho de 2011

É circular, meus amigos, é circular...

Um dia destes tenho um ataque apoplético, numa rotunda qualquer deste país... é mais barato fazer rotundas que colocar sinais luminosos, o trânsito flui melhor pois o tempo de paragem é quase nenhum, mas depois 90% das pessoas não sabe circular numa porcaria de uma rotunda... é o Deus nos acuda... mas quando é que as pessoas resolvem pegar num livro de código e perceber como são as coisas? Não, eu não sou o ás da rotundas, só não pretendo ficar com a cabeça à roda com tanta asneira que vejo...

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Sustento dos pobres...

A razão do imposto especial que nos vai "papar" uma parte do subsídio de Natal, são os BPN's, BPP's, as PPP's, os Sacos Azuis, e de outras cores, os I. Morais e outros que tais... mais um bando de outros corruptos e ladrões que nós temos que sustentar...

quinta-feira, 30 de junho de 2011

... a subir...

Presumo, que embora o sol já esteja em período de descontos para hoje, a temperatura geral está a subir rapidamente... e que as coisas neste país estejam, mais ou menos assim:



...pois... espera lá que eu vou ter moral, ética e essas coisas todas, a partir de hoje,... Foge Coelho, que o teu tacho já está no fogo...

terça-feira, 28 de junho de 2011

......

Hoje fez uma semana, que o meu coração ficou mais triste! Sei que no céu, existe agora mais uma estrelinha brilhante, a sorrir e a iluminar a terra. Obrigado por teres sido a cadela mais linda, mais meiga que eu poderia um dia desejar. Serás sempre a minha Dudinha Lindona. As minhas férias de Inverno não terão mais a tua companhia, mas eu vou estar na nossa praia como combinei contigo... Até sempre, minha índia Cadela Sentada...

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Insólito

Se algum dia me passou pela cabeça ter alguém a perseguir-me, a fazer-me ameaças, a chamar-me coisas que só as pessoas sem o minímo de educação conseguem dizer, e a caluniar-me com mentiras, eu não me lembro de todo. O número do telemóvel conseguiu-o com estratagemas, quem deu o número contou como uma mulher não identificada muito aflita e dizendo ser situação urgente pediu o meu número de telemóvel (erro de quem deu o número), porque até agora eu não sei de quem se trata, mas a dita cuja sabe quem eu sou e onde trabalho, de resto nada mais sabe sobre mim... a avaliar pelo teor das mensagens que me envia, e das coisas que escreve, nunca se identificando. Se é brincadeira de alguém que conheço, é de muito mau gosto, se é mesmo o que a pessoa pensa de mim, então não sei que diga... só quando a pessoa resolver dar a cara e identificar-se... o que não penso que venha a acontecer, porque isso trará consequências. Não ando escondida de ninguém, nem tenho nenhuma vida dupla, tudo o que faço no trabalho e na vida social é à vista de toda a gente, a minha vida familiar, essa é pessoal e só a nós diz respeito, não entendo mesmo o que deu em alguém para me tomar como alvo, de algo que nem eu poderia imaginar que fosse possível acontecer-me, para mais sem a miníma razão para tal. É que não entendo de todo!


(Tudo o que aqui escrevi, reflecte o momento real que estou a viver, mas as palavras com que descrevo a situação foram criteriosamente pensadas, uma vez que não sei quem anda a ameaçar-me e não uso o mesmo nível de linguagem, ainda que a pessoa me tente atingir pessoal e profissionalmente).

domingo, 5 de junho de 2011

Tiros nos pés...

Blá, blá, blá, rebéu béu béu, pardais ao ninho... se mal estávamos, pior ficámos...
Se eu mandasse, proibia as sondagens! O Voto é secreto, ninguém tem que telefonar para ninguém a saber em quem vota, ainda que diga que a resposta é anónima, afinal se está a telefonar lá para casa, é porque tem o número e o nome em que está a assinatura. As sondagens, servem apenas para que os indecisos e os que já não têm vontade de votar fiquem em casa. Se anunciam que vai ganhar X, logo os que votariam noutros acham que já não vale a pena irem votar e assim fazerem a diferença.
E agora vamos à tortura...
E pergunto eu, onde estão os ideais do 25 de Abril, onde estão os filhos do portugueses dos anos 80, que lutaram para que hoje pudéssemos ter condições laborais, e hoje entregam de mão beijada o país nas mãos daqueles que comprados de antemão pelos patrões nos vão por a pedir pão para comer... ou alguém ainda acredita que é agora que vai haver menos desemprego, menos recibos verdes, ou menos miséria?
Quero ver quantas baixas fraudulentas vão acabar, e quantos dos rendimentos sociais injustos, daqueles que trabalham por fora sem descontos, acumulando ordenado e rendimento social vão acabar. Quero ver quanto tempo vai durar o ensino gratuito para todos, e quanto tempo dura o Estado Social. Quero ver quanto tempo dura até que as leis laborais sofram reviravolta profunda e até dar um pum passe a ser motivo para despedimento por justa causa. Quero ver quando é que aqui no posto médico da terrinha vai haver um médico para os doentes que há anos que não têm médico de família.
O Ex-primeiro Ministro não foi mesmo grande coisa, mas como é que se pode ter votado desta forma, em alguém que levou toda a campanha a dar tiros nos pés? Haviam tantos partidos a votos... era tão fácil ter mudado o rumo de tudo isto...
E eu que gostava do Hino Nacional... não é que acabou de perder a Glória para mim...

terça-feira, 31 de maio de 2011

Doente terminal...

Por aqui anda no ar aquela sensação de algo que está a morrer aos poucos, como se sofresse de uma doença crónica em fase terminal... e que ninguém sabe como ajudar... mas que todos sofrem em silêncio, embora isso se note nos olhares cruzados e semblantes carregados... Temo que em breve esta morte lenta, nos leve a todos, para engrossar os números da estatística (acima de 12%) já de si muito combalida e repetida vezes sem conta nos noticiários. De ora em diante, é a lei da selva, o salve-se quem puder...

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Segunda feira... bahh...

O dia está feio, e o que apetece é isto...

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Tenham medo, tenham muito medo...

"O líder do PSD diz que sente «que foi difundida uma mensagem de medo em Portugal» em relação ao programa do seu partido."

Pois, se calhar tem alguma razão, mas já diz o ditado: "Quem tem medo, não compra um Coelho..."

Neuras...

Não sei se já alguma vez aqui referi, que de vez em quando ( vezes muito raras) me dá um ataque de mau feitio, sou acometida por uma neura, ou outra coisas assim desse género. Posso ser por vezes refilona, contestatária, mas não faço mal a uma mosca, e a coisa até passa rápido sendo praticamente esquecida em 5 minutos. Só que ultimamente a coisa não se processa com tanta leveza, e eu começo a ter "azia" mais vezes do que é normal. Eu não suporto faltas de respeito, ainda que sejam as que diariamente encontro no parque de estacionamento do trabalho, mas começo a perder a paciência, e a ficar com a neura logo pela manhã. Até posso ter de deixar o carro na outra ponta do parque, que não me importo, mas irritam-me solenemente os colegas que deixam o carro a ocupar dois lugares de estacionamento. Sim, somos poucos, e o espaço chega e sobra, mas custa só ocupar um lugar? Custa deixar o carro dentro do espaço limitado por uma linha amarela? Soa-me a falta de respeito, e isso é como se me dessem um murro no estômago. Isto faz-me logo pensar que se isto é no trabalho com os colegas, que noutros lados a coisa é igual, ou pior, e eu não suporto pessoas que acham que o mundo gira em torno do umbigo delas.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

T.P.C.

Oh D. Merkel, que tal fazer os trabalhos de casa, ou pedir aos seus assessores que lhe preparem os mesmos antes de proferir palavras como as que hoje foram já largamente comentadas nas notícias e internet? Não vou falar das diferenças entre portugueses e alemães, porque essas quem trabalha todos os dias já as conhece de longe, vou apenas sugerir que uniformizem-se também todas as regalias sociais que os alemães têm. Que tal ordenados uniformes para todos? Quem sabe, eu passasse a ganhar bem mais, e os políticos portugueses que nada fazem, ganhassem bem menos. Tais afirmações D. Neo-liberal de saias, são de quem não conhece a realidade dos portugueses, e de quem mede todos pela mesma bitola. Na minha empresa ninguém pode gozar mais que 28 dias de férias no mesmo ano, o que não se compara com os mais de 30 dos alemães, já para não falar da idade da reforma, que segundo os novos critérios terá de evoluir com a esperança média de vida, o que quer dizer que daqui a muito pouco tempos, nós portugueses nos iremos reformar para lá dos 68 anos, enquanto para os srs alemães só em 2029, é que se irão reformar aos 67 anos. Também se esquece a sra D. Neo-liberal de saias, que foi a restante Europa, e o mundo que ajudaram o seu país, depois de duas guerras mundiais provocadas por vós mesmos. Também se esquece que a massa assalariada produtiva no seu país, é maioritariamente emigrante, dos quais milhares de portugueses, que ganham o ordenado minímo. Continuem pois, portugueses a comprar Mercedes, BMW, Audi, entre outros, que a D. Merkel agradece... Lá porque empresta dinheiro, que nós pagamos com juros, nada lhe dá o direito de querer mandar na casa dos outros. Se todos os países que nos vão ajudar resolvessem mandar bitaites, estávamos tramados. Os bancos depois de nos emprestarem dinheiro para comprar casa, não nos vêm cá dar ordens sobre como governar a casa. Se a Europa, principalmente nós os países mais pequenos do Sul, não nos insurgirmos contra esta sra. vamos sofrer na pele aquilo que Hitler não conseguiu com a 2ª Guerra Mundial... Que mais se pode esperar de alguém que tem nos genes a origem de um país cuja capital viveu dividida por um muro (da vergonha) durante mais de 28 anos? Nem todos os alemães são assim, mas lá que esta sra. acha que é a reencarnação de Hitler, não tenhamos dúvidas.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Sem pevisão de melhoria...

Sócrates foi internado de urgência numa clínica psiquiátrica! Segundo relatório médico, o paciente queixa-se de disturbios emocionais pois só ouve Portas a bater e Passos de coelho. Segundo o mesmo relatório não há previsão de melhorias, nem mesmo para depois de 5 de Junho deste ano.

sábado, 14 de maio de 2011

O meu voto é...

Não vi grande coisa do Festival Eurovisão, mas estou a torcer pela canção do Azerbaijão! Já a conhecia da rádio, e é muito bonita, tem um dueto giro, e a
melodia fica no ouvido.
A ver se este ano concordo com o resultado final...



quarta-feira, 4 de maio de 2011

WTF?????

"_ Oh páh, deram-me um saco de asas de carapau...!!!"

WTF??? Os carapaus têm asas???

domingo, 17 de abril de 2011

Vai um chá geladinho?

Não sei porquê, mas este menino era gajo para me fazer prevaricar... e não me arrepender! Entretanto vou ali beber um cházinho gelado, quem sabe, ele não me salta de dentro da lata...

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Tenho direito à greve!

Se a greve é um direito, posso fazer greve aos cortes no meu ordenado, nos meus subsídios, e no aumento do preço, dos bens que pretendo usar na minha cozinha? Posso fazer greve às regras do FMI? Isto já começa a ser pior que ir ao circo... é que no circo os palhaços ainda dão graça, já esta história começa a meter dó, e daqui a pouco vai começar a meter dor... dor na alma, dor no orgulho, e dor na carteira.
- -O Presidente da República, Cavaco Silva, reiterou hoje que "os sacrifícios têm de ser repartidos por todos" e sublinhou que ninguém se pode "eximir ao contributo necessário" para o país vencer "as adversidades do presente". (in sapo.pt)- -
Pois agora os sacrifícios tem de ser repartidos por todos, já a pança cheia foi só para alguns...
Nos países desenvolvidos ou em desenvolvimento para se melhorar a competitividade, melhoram-se as condições de trabalho, e de vida das pessoas. Em Portugal para se ser competitivo, baixam-se as misérias de ordenados, cortam-se nos direitos e regalias dos trabalhadores e aumenta-se a carga fiscal, mata-se o pessoal à fome, e caminha-se  a passos largos para pertencer ao 3º mundo.
Assim vamos indo...

sexta-feira, 8 de abril de 2011

ai vou...

Acho que me vou dedicar à agricultura... e por-me a cavar... daqui para fora...

terça-feira, 5 de abril de 2011

Powerfull me...!

Descobri que tenho um poder raro! A invisibilidade! Quando entro num carro e sou eu a conduzir, torno-me invisível! Não importa a cor do carro, se leva, ou não as luzes ligadas, só sei que me torno invisível, assim de repente. Depois é ver uns e outros a saírem de estacionamentos e meterem-se á paposseco na minha frente, é vê-los a entrar na estrada saídos de vias sem prioridade, bombas de combustível, casas privadas, obrigando-me a reduzir mudanças, ou a travar sem necessidade. É vê-los a virar à esquerda, ou à direita, ou simplesmente parar na berma, sem sequer ligar os indicadores luminosos, vulgarmente chamados de piscas, e que fazem parte obrigatória de todas as viaturas e são para ser utilizados. Se eu ando depressa? Nem por isso, se andasse, já me tinha tornado visível algumas vezes certamente, teria era também muita chapa para arranjar. A juntar a todos estes, são todos os restantes, que não sabem como se circula nas rotundas e nem se estão para chatear com isso. Eu não sou nenhuma profissional da condução, também cometo um outro erro de quando em vez, mas não ando a meter-me na estrada à paposseco, nem a fazer rotundas à la campeã. Agora pensando melhor... se calhar eu não me torno invisível... há é muita gente a necessitar de óculos, ou então de neurónios....

quarta-feira, 30 de março de 2011

Retrato pouco fiel...


Mas quem é que foram as inteligências raras, que formularam as perguntas destes censos? WTF. Acho que nem com a malta a fugir aos entrevistadores, e afugentá-los de caçadeira, a corrê-los com os cães, ou a mentir nos idos de 1991 e 2001, a coisa saiu tão furada como vai sair destes censos. Quantos somos, onde estamos, o que fazemos, para onde vamos... pois... para saber onde vamos não são precisos censos... vamos para o fundo, segue, segue, segue, não vira para lado nenhum, segue, segue... é ver as notícias... e com estas perguntas parece-me que, também não vamos mesmo ter o retrato real do país... mas sim aquele que gostariam que tivéssemos...

segunda-feira, 28 de março de 2011

Sondagens...

Segundo uma sondagem TVI/Intercampus, no caso das próximas eleições P. Coelho ganha, sem maioria, o que não é novidade, dado os últimos acontecimentos. Noutra pergunta, a questão era se os inquiridos acham que o próximo Governo irá ser melhor, igual ou pior. Parece que cerca de 10% dizem que vai ser melhor, 40% que vai ser igual, e cerca de 15% que vai ser pior. Concluo que por vontade dos portugueses, só mudam os palhaços, que o Circo continua o mesmo...

domingo, 27 de março de 2011

Viragem...

Ontem fez 2 anos que a minha vida ruiu por completo... mas foi também o dia em que eu decidi que ia levantar-me e reconstruir o meu futuro... Não tenho tudo o que sonhei, mas sou feliz com tudo o que consegui nestes 2 anos. Reconstrui-me a partir de cacos, e hoje sou mais forte, se me tentarem derrubar já sei de que material sou feita e em que local fica cada pedaço de mim mesma. Hoje tenho o meu trabalho, o meu carro e a minha casa (quase habitável). Hoje, lembro este dia, porque foi a viragem para ser quem sou, e porque simplesmente não foi o primeiro 26 de Março a marcar a minha vida pelo lado negativo, mas foi decididamente o que mais contribuiu para que tenha alcançado a meta a que me propus. Obrigado M. pelo pontapé nas costas, hoje tenho a casa que sempre quis, e sou independente. Hoje sou quem está ao leme... hoje eu sou capitã no meu porto... hoje sou eu que decido por que mares navegar, em que ilhas lançar âncora.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Radioactividade...

É a isto que se chama radiocatividade!
Na rádio Comercial as manhãs são sempre muito activas, e hoje não foi excepção, para além dos cormos do Markl, o vasco Palmeirim ontem já tinha ameaçado que esta música dos Lady Antebellum, era escrita em português. Hoje mostrou o que é estar em cima do acontecimento, e saiu este arranjo musical, para por a malta a rir pela manhã. Ao menos haja alguém, que nos faça rir desta tristeza que é a vida política em Portugal.
Fica o vídeo e a letra para não se enganarem:




Deitado na minha cama
estou chorando à luz das velas
O que é que vão dizer
os meus amigos de Bruxelas?
Tentei convencer a oposição aceitar o PEC...
... Estive a falar pró bonec...

Eram nove menos cinco
Fui a Belém pedir a demissão.
Demorei ainda um bocadinho
Porque o presidente estava de roupão.
Ai estou triste
Sou um 1º Ministre
que pediu a demissão.

Preciso de acalmar
Não gosto de whisky, vou fazer um chá
Preciso de espairecer
vou fazer jogging a ouvir Lady Gaga
A oposição não quis saber de soluções
Cambada de chumbões!

Eram nove menos cinco
Fui a Belém pedir a demissão.
Está uma confusao aqui, mas o Éfe éme i
nao precisa vir, não!
Ai estou triste
Sou um 1º Ministre
que pediu a demissão

quarta-feira, 23 de março de 2011

Magistratura activa é...

"-Ah e tal, a forma como o PEC IV foi apresentadonão me deixa margem de manobra...!"
Isso e já se saber ontem, que hoje o "Sócras" apresenta a demisão, e que  a Europa diz que o próximo tem que descascar a batata quente, queira ou não...

terça-feira, 22 de março de 2011

aiiii.... é morte certa...

Dores abdominais, diarreia, depois calafrios, sensibilidade à roupa, raras tonturas, outras raras vezes algumas guinadas na cabeça, resistência ao medicamento para a febre?... dor intermitente na zona esquerda do peito, esta já com alguns dias... isto é...??? Se eu desaparecer da blogosfera repentinamente, não me procurem, provavelmente terei batido as botas... dizem que costuma dar 3 dias antes do dia final, portanto 5ª feira, será o dia D... E uns bifes com presunto, no forno, em cama de chalotas e trufas brancas, ali a fazerem-me mais dores abdominais se não os puder comer... Pouca sorte a minha... bem, se amanhã persistir, vou ao hospital, pode ser que ainda tenha salvação... eu e os bifes...

segunda-feira, 21 de março de 2011

Within Temptation - Utopia

Adoro esta música. Espero em Outubro poder ir ao concerto no Pavilhão Atlântico, alguém se candidata a fazer-me companhia? Claro que o Chris Johnes não vem, mas vem os Within Temptation, e isso basta.



quinta-feira, 17 de março de 2011

Revolta...

Não sei se ria, não sei se chore... o meu carro vai certamente para sucata se eu não lhe encontrar um turbo usado, é que não há mesmo dinheiro para um novo, isso é mais do que ganho num mês, e o carro é do tempo dos dinossauros,  e depois vejo certas coisas que me revoltam até ao último cabelo do peito... é tão mau ser assalariado... sinto que gozam comigo...

terça-feira, 15 de março de 2011

De bom, só resta o sol... e é até ver...

Só temos o que merecemos... alguém me explica porque raio anda tudo a correr para os postos de combustível, quando o leite, o pão e outros alimentos essenciais podem escassear? O que vale mais, comida na mesa, ou o depósito do carro cheio? É que eu, mesmo para vir trabalhar, antes de mais preciso de ter a barriga cheia, é que com fome não aguento. Que se lixe o carro, se não puder andar, fico em casa, mas fome é que não pretendo passar. A malta queixa-se, mas só dão razão as estes políticos da treta. Vamos lá exigir alimentos e não petróleo, caramba. Quanto mais gastarem mais eles ficam contentes, e mais imposto aplicam. Vamos parar todos, e obrigá-los a pastar a relva dos campos de golfe...

segunda-feira, 14 de março de 2011

iuuuu, FMI, demoras muito? Onde estás...?

Estava no trabalho, com algum tempo entre as unhas... os camiões não podiam sair, não que quisessem fazer greve, mas porque podiam ser ameaçados, ou apedrejados, e a carga é sensível... carros, são motivo mais que suficiente para não arriscar transportá-los. Mas estava a dizer que tinha tempo entre a unhas, e fui ver as notícias, e tal como quase todos os blogs que li até agora, fiquei surpreendida com a notícia dos 6% de IVA nos campos de golfe. Alguém me explica como se eu fosse uma burra chapada, como é que numa altura destas se reduz o IVA onde quer que seja, sem ser nos bens essenciais? Para mais, num desporto de elites? E depois tem a lata de dizer que se viesse o FMI, todos os portugueses iam ser massacrados. Pois é, iam mesmo ser TODOS, e isso, não pode ser, coitadinhos dos nossos governantes e gestores públicos, que vivem tão aflitos. Isto é uma vergonha, muito mais que ter batido no fundo, é não ter rumo.

terça-feira, 1 de março de 2011

O nino lindo!

O meu nino antes da cirurgia!
O meu bébé nino lindo da dona, já está muito melhor. Está a recuperar bem, e até já beneficiou de sessão de massagem, escovagem, limpeza de orelhas na clínica veterinária (é que cá em casa, ele não me deixa escová-lo, e desde que anda com o colar nunca mais conseguiu ser ele mesmo a fazer a higiene dele, coitado, ele bem lava o colar por dentro pensando que se está a lamber...). Já com a dona as coisas não estão assim tão bem... nunca mais consigo mudar para o meu espaço... está difícil, ainda faltam algumas coisas básicas para puder ir mudando, e aqui começo a não ter muita paciência para as birras de gente grande. Enfim, não há-de ser nada, e basta ter pensamento positivo, afinal já tudo foi apenas um sonho, e hoje é realidade. Sonhar é possível, e realizar também, em pequenos passos, tudo se resolve.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Basta! Já chega...!

A vida não é justa, já aqui devo ter dito muitas vezes. Ontem deixei o meu gato na clínica veterinária, para ser operado ao tumor no nariz. Correu tudo bem, ele portou-se lindamente, mas o pós-operatório vai ser lento e doloroso, afinal foi-lhe removida parte do nariz. Tem sofrido este meu gato, e já era tempo de ter uma vida calma e justa, já são cerca de 13 anos de gato, o que em vida de gato, já está na fase da 3ª idade, e devia ter menos para sofrer, uma vez que nestes anos que já viveu, já teve uma grande dose de aventura e sofrimento. A ficha médica pode atestar tudo o que o meu gato já passou, e não foi pouco, e eu pergunto porquê mais esta? Eu quero fazer tudo o que puder pelo meu Gato, mas temo que se o sofrimento dele continue. Um tumor mesmo num animal, é um processo longo e penoso, e eu espero que amanhã a veterinária me diga que não há metastases, que não há perigo de o tumor estar a espalhar-se noutras partes do meu gato. É o meu melhor amigo, a minha companhia dos dias tristes, o meu apoio nas horas de mágoa. E porra, já chega de sofrimento, é apenas um gato, não merece passar por tanto.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Afinal, em que...

... porra de merda de país vivemos nós?

idosa morta em casa durante 9 anos

Como é possível uma coisa destas? Como é que as autoridades não agiram, como é que os vizinhos não insistiram, como é que se leva uma casa a leilão das finanças sem se saber do paradeiro do proprietário durante anos? Ou como é para penhorar, tanto faz que esteja desaparecido, assassinado ou raptado, não tem importância o que aconteceu à pessoa em questão, desde que entre dinheiro nos  cofres das finanças? Se calhar agora até vão aparecer herdeiros caídos do céu repentinamente aos trambolhões.  9 anos???? Alguém me explica, porque para mim é difícil entender semelhante situação...

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Diz-me o que vestes, digo-te quanto me podes custar...

E os Loby.ratórios ganharam esta guerra...
Parece que afinal o que conta não é o príncipio activo, mas sim o nome da roupa que veste...

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Cada vez fico mais confusa...

Diz o P. República que esta segunda legislatura é para ser uma legislatura partipativa... huumm, então a anterior foi para passar férias?

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Quanto tempo dura o mandato de um ditador?

Diz um ditador, ao seu povo em revolta:
"_ Não me demito! Vou cumprir o mandato até ao fim...!"

Eu sou burra, ou o quê? Alguém me explica o alcance desta declaração? É que me parece que a nós, aqui à beira mar plantados, à mercê de um Governo da treta, com um Presidente não menos da treta, iremos pagar caro esta declaração, ou seja, a casmurrice de um ditador do ouro negro, que é como quem diz, ditador do petróleo, ou da merda que faz mover o mundo. Nós e todo o Ocidente, onde não há exploração de petróleo ou outra energia qualquer, tipo a atómica, que dê milhões a ditadores, e outros que tais. Se os povos àrabes se revoltarem todos, as coisas vão passar de más a muito negras. Em todo o caso, acho que é mesmo o que devem fazer, revoltar-se, visto que de outra forma, estas ditaduras irão persistir, e estes povos continuarão a viver na miséria para que os barões do ouro negro vivam no Paraíso. Não há ninguém que derrube estes Governos?
Alguém me sabe dizer quanto tempo dura o mandato de um ditador? Pessoalmente acho que dura até que o povo deixe.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Pois...

Segundo as notícias de um canal privado, parece que o administrador da TAP, ganha mais do dobro, do que ganha Barak Obama como Presidente, da suposta maior economia mundial. E quanto ganhará o administrador da Galp?  E como estes, outros gestores públicos em Portugal. E andamos nós a ser sacrificados para estes lambões, passarem metade do tempo a roubar-nos a torto e a direito, de todas as formas e mais algumas. Assim meus amigos, não vamos lá, aliás, não vamos mesmo a lado nenhum.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Bibi, a PJ e o coelho da Páscoa...

Parece que a PJ anda a torturar arguidos e testemunhas de alguns processos em Portugal. De concluir que no processo Casa Pia, as vítimas afinal são culpados, os culpados são inocentes, não há pedófilos no processo, só mentirosos (as vítimas) e inocentes (os condenados). Parece também que há medicamentos que fazem as pessoas mentir, que devem ser os mesmos que tomam os políticos, a julgar pelo que vamos vendo e ouvindo… Portanto a PJ bate forte e feio na malta que tem de interrogar, sejam os arguidos, ou sejam os queixosos. A PJ droga a malta para obter confissões mentirosas, segundo o que der mais jeito no processo.  Concluo que o caso Joana e Madie, são mais dois casos idênticos, as miúdas eclipsaram-se no ar, e ninguém lhes tocou num único fio de cabelo, a PJ é que torturou os arguidos para poder dar os casos como encerrados, para julgamento e fazerem boa figura. O caso BPN e o dos submarinos, idem aspas, aspas, ninguém roubou nada a ninguém, não há corrupção, só vítimas do sistema e da crise mundial. Deviam ser condenados os Srs. da PJ que só torturam o pessoal, para não terem que ter muito trabalho com a investigação dos casos, e andam-nos a enganar a nós pobres contribuintes… até eu tenho andado enganada, mas sob efeito de medicamentos e tortura nas instalações da PJ, descobri que sou o Coelho da Páscoa, (algo que eu  já deveria pelo menos ter desconfiado, pelo tamanho das orelhas, se não fosse tão distraída).

domingo, 23 de janeiro de 2011

Mais do mesmo...

Até agora não vi nada sobre as eleições, já sei quem ganhou desde a semana passada. Jogar wii, é bem melhor. Em todo o caso, se não era para mudar nada, porquê gastar dinheiro nestas eleições? Se era para ficar igual, poupava-se uns bons milhares aos contribuintes. Só posso dizer que os portugueses gostam de ser enganados, roubados, e explorados. Mais cinco anos, que não serão certamente do mesmo, serão sim piores. Com a tendência que os portugueses tem para a desgraça, já se sabe como vão ser os resultados das legislativas, e portanto volto a repetir, não vale a pena haverem eleições, é melhor fazerem a eleição directa  do P. Coelho, até porque se passará o mesmo que nestas eleições, as sondagens dizem quem ganha, logo os que não votam nesse,  nem se dignam ir à mesa de voto, porque se já ganhou, ir lá porquê? Depois é ver a sorte dos candidatos, que o pessoal dos inquéritos só liga para os que votam no mesmo... Engraçado que há telefone cá em casa há perto de 30 anos, e nunca ligaram para cá, será porque somos do contra. Assim acredito que as sondagens são mesmo forjadas. As sondagens, servem para que os que não pensam votar no suposto vencedor, não irem votar, o que faz com que acabe mesmo por ganhar. Porque se os que ficam em casa à espera que os outros vão lá votar por eles, votassem, de certeza que os resultados seriam outros de certeza. Estas eleições e o seu resultado, são um convite à corrupção, à fuga aos impostos, ao atropelo aos direitos dos cidadãos, e o continuar de situações como o saque do BPN, que todos andamos a pagar, e que dará em nada, apenas servirá para arrastar o processo no tribunal, e mais dinheiro gasto aos contribuintes, dando tempo a O.C. de já ter idade muito avançada, e doenças que não permitam a sua condenação e subsequente prisão, para além de todos os amigos dele e de Cavaco, que já tem o dinheiro em paraísos fiscais, se safarem a rir, do povo que paga o caviar que eles comem.
Somos um país de marinheiros, mas mais parecemos um país de peixes, que os peixes é que só tem memória de 6 segundos... Tenho pena, de não ter conseguido fazer a diferença com o meu voto, mas pelo menos tenho a consciência tranquila, apenas irei lamentar sofrer na pele a má escolha destas eleições por portugueses com memória curta...

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

7 coisas...hummm, 7 coisas que...

Há uns dias tinha um desafio no Espuma, e como já tive tempo mais que suficiente para forjar bem as respostas cá vai...:

7 coisas a fazer antes de morrer… vai depender do meu prazo de validade… vamos ver se há tempo para:

   • ver a minha sobrinha crescer e tornar-se uma adulta consciente, activa e felize fazer de mim uma "bisa-tia" contente;
   • Mudar para uma casa no campo (agora vou mudar para um apartamento na cidade);
   • Fazer um cruzeiro no Mediterrêneo;
   • Fazer um safari fotográfico em África, e fazer umas festas num leopardo, meter um abutre lindinho, na mala e trazer para por no quintal da casa no campo :-)
   • Escrever um livro… dois livros, três li… por aí fora;
   • Candidatar-me a 1ª Ministro (se ter falhado um referendo não contar).


7 coisas que mais digo… ui, campo minado… ando numa fase má, devia levar pimenta na língua:

   • PQP ;
   • F___-_e ;
   • “quiéi? Já vou… já faço…”
   • M-r__;
   • Lolita… anda, fica aí, sai daí, anda comer, deixa o gato (para a cadela);
   • Aiiii um bichoooo (quando o gato preto de casa passa por mim);
   • Ladrões, ordinários ( por tudo e mais alguma coisa… Governo principalmente);

+ uma extra:
• Toca a andar, lesma.


7 coisas que faço bem:

   • Comer;
   • Trabalhar;
   • Fotografia;
   • Falar, opinar, criticar;
   • Fazer rir os amigos;
   • Ser eu mesma;
   • Cozinhar pratos de arroz, comida italiana, e tudo o resto…

7 defeitos…? Humm, eu tenho disso…? Claro, que sim, e ainda bem:

   • Refilona;
   • Mania da perfeição;
   • Andar e fazer tudo a cento e 100 à hora (é para amanhã? Já fiz ontem…);
   • Adiar as coisas importantes da minha vida, só sou rápida com o trabalho e as coisas e problemas dos outros;
   • Esquecer muito depressa (mesmo tipo expresso 10 minutos) o mal que me fazem;
   • Obsessão com a limpeza;
   • Odeio levantar-me cedo, (sou muito morcega... deito-me sempre tarde)

7 qualidades:

   • Trabalhadora;
   • Sincera;
   • Amiga, ainda que não esteja sempre em contacto, estou sempre disponível;
   • “Ganda” Tia;
   • Respeitar os outros;
   • Dom da palavra, escrita ou falada;
   • Só canto no chuveiro, quando estou sozinha, logo não incomodo ninguém mesmo, só o gato, que fica a olhar com aquele ar de aviso, tipo: “_ Cala-te, não assassines mais uma música por favor.”

E "prontes", esta sou "euzinha" sem tirar nem por, e não forjei as respostas coisa nenhuma.
O desafio passo-o a todos os que se sentirem com espírito para o fazerem também.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

De rastos...

... a vida é mesmo injusta. Já chorei, chorei, chorei e chorei... e não sei quando irei parar de o fazer. Há quase 13 anos vi um desejo realizado na totalidade... a parte que não completou a totalidade do desejo é uma parte branca, que com o passar dos anos, perdeu a importância, e passou a fazer parte do todo, um todo cinzento. O branco deixou de contar e o desejo passou a ter a sua totalidade realizada. Ao desejo resolvi chamar Elvis. O desejo foi ficando cada dia mais meu, cada dia mais realizado, cada ano mais, o meu Elvis, o gato. Nestes quase 13 anos, a vida não lhe foi totalmente justa, a saúde teve as suas mazelas, mas sempre se foram resolvendo, embora as suas crises "renais" possam recorrer uma ou outra vez, mas nada de preocupante. Há cerca de um ano, apareceu com uma ferida no nariz, que de ínicio fui vigiando, e foi secando, a crosta caía, e o seu aspecto cor de rosa, era mais desmaiado, mas tudo parecia resolvido... até ao mês de Novembro. Um dia cheguei a casa e tinha o meu quarto quase transformado numa cena de local de um crime. Havia sangue salpicado por todo o lado, e o meu gato tinha o seu nariz cor de rosa em ferida aberta, a sangrar. Resolvi usar o colar protector, e por uma pomada cicatrizante no nariz. Quando parecia ter secado, tirei o colar, e menos de 10 minutos depois, tínhamos voltado ao cenário anterior, sague por todo o lado, e uma ferida aberta outra vez... mais pomada, colar outra vez, mais uma espera... nova retirada, e tudo voltou a repetir-se. Desta vez fomos para a clínica veterinária, e quando lá chegou já ia a sangrar novamente. Foi-lhe feita uma citologia, e veio para casa apenas com indicação de colocar uma pomada na ferida para cicatrizar, e esperar pelo resultado da citologia. Estávamos no Natal, e o resultado só veio na semana a seguir, ou seja a semana passada. Como trabalhei horas a mais todos os dias, não consegui ir à clínica. Longe de mim imaginar o que iria ouvir. Nestas duas semanas, a ferida foi andando com aspecto de não querer cicatrizar, mas ontem a a crosta que a cobria caiu, e o seu aspecto era o de uma ferida com todas as hipóteses de um dia não ser mais que uma memória do passado. Puro engano, hoje já está novamente a ficar com mau aspecto. Hoje lá fui à clínica, e fiquei de rastos. O meu Elvis tem um tumor no nariz, e só tem uma saída... a remoção do mesmo, ou seja, remoção do nariz. Além de uma cirurgia cara, na pior das hipóteses, ainda poderá precisar de quimioterapia. Adoro o meu gato, e estou completamente desolada. A vida é injusta, e os animais não deviam ter de passar por isto. O meu coração está destroçado, e custa-me tanto ver o meu bichinho assim. Vai ficar desfigurado, e não poderá mais ir à rua. Parece que foi por apanhar sol, e que os gatos com focinho branco tem muito mais probabilidades de sofrer destas patologias.  Se penso dar um passo em frente, a vida prega-me rasteiras. E agora resolveu que o meu gato era o alvo ideal. Eu quero salvar o meu Elvis, mas o seu futuro assusta-me.