Pesquisa personalizada

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Sinto-me segura...

Sim, sinto-me segura! E porquê? Porque atendendo ás circunstâncias, e aos acontecimentos de hoje, aqui neste pequeno pedaço de Portugal, deu para perceber que em caso de um acontecimento de elevada magnitude, os meios de socorro estariam prontos para actuar, em muito pouco tempo. Um voto de louvor para as unidades de salvamento que operam nesta zona, que hoje tiveram um dia bem trabalhoso, mas que mostraram que poderemos contar com eles, sempre. Lamento os feridos dos dois acidentes, os do autocarro pela manhã, e os da explosão, que nesta época se viram privados das suas casas, por tempo ainda indefinido. Eu vivo bem próximo do local do acidente com o autocarro, sim vivo na freguesia de Poceirão, a melhor do concelho de Palmela, ou não vivesse eu por aqui. Setúbal fica entre 18/21 quilómetros dependendo da estrada que se usa para lá chegar, e foi no HSB, que eu nasci. Por isso, conheço o local da explosão, e até agora que eu saiba, não atingiu ninguém da minha rede de amigos, embora morem alguns no bairro, mas lamento os feridos e as outras pessoas que estão sem as suas casas. O meu post visa apenas os meios de socorro da área, pois, por duas vezes hoje mostraram o seu valor, acudindo de forma muito rápida a ambas as solicitações. No acidente da manhã, eu até penso que estes profissionais, voaram, pois eu vi passar o autocarro, e alguns minutos depois comecei a ouvir os meios de socorro das povoações vizinhas que ficam a 15 quilómetros, uma vez que os mais próximos Águas de Moura, foram os primeiros a chegar e não passam junto á minha casa. Tendo em conta que o acidente ocorreu a cerca de 10 quilómetros da minha casa, por volta das 11.30 h, e ainda antes do meio dia já tinham passado aqui imensos meios de socorro, é obra. Estamos protegidos, sim. De salientar que levei um daqueles sustos ao ouvir tanta sirene e ver passar tantos meios de socorro. Susto maior tiveram todos os envolvidos nos dois acidentes, mas felizmente não houve vítimas de maior, ainda bem.
Bem haja para os bombeiros, de todas as corporações aqui do distrito, que mostraram o seu enorme valor, e que muitas vezes não é reconhecido por quem de direito. A salientar que os Bombeiros de Águas de Moura, vão construir novo quartel, depreendo que todas as ajudas serão boas! Eu vou ajudar no que puder e for solicitado á população!

4 comentários:

AJ disse...

... mas o camionista conseguiu fugir.

blue eyes disse...

Se fosse consciente, mesmo não tendo visto o autocarro despistar-se, porque aquilo tem uma curva e quem segue em sentido contrário, deixa de ver o que se passa para trás, e de certeza que viu as notícias, ia apresentar-se às autoridades. Mas consciência é coisa que pouca gente tem...

AJ disse...

Enquanto ouvia o programa da voz + doce da rádio portuguesa estava a ver o google maps. A tua terra é montes de longe. Comecei a procurar ao pé de Palmela e nada, depois andei 1 pouco para cima e a seguir para o lado, e nada. Decidi fazer 1 pesquisa e logo apareceu. Comecei a diminuir o zoom e lá descobri onde era - quase ao pé da Marateca. Surpreendentemente só fica a 50 km de minha casa. Vendo a imagem de satélite parece muito geométrica com as casas ao pé da estrada e os terrenos antes e depois. O que se faz por aí? Só agricultura? Provavelmente a malta + nova trabalhará em fábricas e armazéns k para aí haja.

blue eyes disse...

Bom, por aqui ainda se vive um pouco em Paz, embora não seja o tal deserto que alguém apreguou na televisão. E que a Paz seja para durar.
O pessoal daqui, trabalham em quase todas as actividades que possas imaginar, e a malta mais nova, um grande número é pessoal qualificado, e os mais novos fazem por isso. Embora predomine a gricultura, também há industria, mas há pessoal que trabalha em outros locais, como Lisboa. Há por aqui advogados, enfermeiros, médicos, engenheiros, técnicos de farmácia, terapeutas, arquitectos, professores e quase todas as profissões, mais ou menos qualificadas. Há muito desemprego também, mas isso, é mal geral.
Quanto á geometria da terra, nem dou por isso, porque mesmo quando viajo pelo Google earth, é para ver se há imagens recentes daqui da área, mas, acho que ainda não há nada posterior a 2005.