Pesquisa personalizada

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Livra...


Tinha mesmo que ser sexta feira hoje! O dia correu-me mal, em tudo! A começar pelas finanças que me estão a ir ao bolso! Isto de trabalhar a recibos verdes é uma autêntica merda! E o Governo ainda penaliza quem menos ganha, quem vive no limbo, que hoje trabalha, e amanhã nem sabe se vai ter como por comer na mesa. Adiante, depois é o centro de emprego... onde me vendem um peixe diferente do que vendem na segurança social. E a funcionária que se acha dona e senhora da verdade? Apanhou-me, com a corda toda, e ouviu uma do género: "_Se, se calar e me deixar explicar o que a senhora da segurança social me disse...!" Toma lá, que é para não estares armada em chica esperta. Pode ser como ela disse, mas se ainda não me tinha ouvido, porque é que estava armada aos cucos, em super-sabichão?
Enfim, três instituições que funcionam muito mal, mais a instituição Governo, que nem funciona, a não ser para nos f---r, assim com as letras todas.
Depois de tudo isto, resolvi, que me ia enfiar em casa, o dia já estava mau o suficiente para eu me aventurar a complicá-lo ainda mais.
Outro assunto que nada tem a ver com o meu dia, é a discussão sobre o horário de funcionamento das grandes superfícies comerciais. Não concordo, é só mais uma forma de se explorarem os empregados, porque não se vão contratar mais, apenas se vão explorar mais um bocadinho os já existentes. Até porque estes locais já funcionam aos domingos de manhã, ora de tarde é só esticar a corda no pescoço dos empregados mais um bocadinho, à vez. Os que fizerem esta semana, não fazem a próxima, ou assim do género. Eu já trabalhei assim e sei do que falo, não vão haver mais contratações, mas sim mais exploração.
Antigamente o comércio só funcionava até às sete horas, e ao sábado de manhã, e toda a gente se governava, sem reclamações. Depois vieram as grandes superfícies e foi esticar os horários para o pessoal ter onde gastar mais dinheiro. Se este comércio já funciona geralmente até às 23 horas, e ao domingo de manhã, não chega? Os funcionários não terão direito a ter um pouco de tempo com a família. E quem tem filhos pequenos? Vai deixá-los em casa amarrados com uma corda, não há infantários ao fim de semana. E estas crianças não terão direito a desfrutar de tempo em família, com os pais? É que mesmo que seja só a tarde de domingo, de certeza que é muito melhor que um dia de folga a meio da semana. E mais tempo de portas abertas para quê? O pessoal tem-se governado até aqui, porque não se governam agora? É o comodismo, é o que é...
Para mim até ao domingo devia estar tudo fechado, para o pessoal, em vez de se enfiar dentro destes locais arrastando crianças, e restante família, tudo em stress, aos gritos, numa excursão, irem fazer a excursão sim, na rua, na natureza, andarem de bicicleta, respirar um pouco de ar, mais ou menos puro.

4 comentários:

Phoenix disse...

Quanto ao estar aberto ou não ao fim-de-semana, ainda nem sequer pensei muito nisso, embora não me oponha se todos os direitos dos trabalhadores forem observados e garantidos, coisa difícil eu sei...
Quanto às excursões aos CC ao fim-de-semana, não culpo o CC mas sim as famílias que fazem aí os seus passeios... Mas as pessoas desta nossa sociedade gostam dos "fast-food". E não me refiro apenas à comida...

aespumadosdias disse...

Concordo contigo em género e grau. Só em circunstâncias muito especiais é que entro em shopings ao fim de semana.

Jorge Freitas Soares disse...

Olá Xana

Confesso que não tenho uma opinião formada sobre a abertura aos fins de semana .... mas o teu post deixou-me a pensar.... em tudo na vida há sempre mais que uma perspectiva... a pensar.

Beijinho
Jorge

blue eyes disse...

Eu é que sou do contra... contra isto, aquilo, e sabe-se lá mais o quê.
beijinho
bom fim de semana