Pesquisa personalizada

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Filmes!


Por vezes acho que eu própria não sei estar bem! Tenho, como se diz por aí, de procurar sarna para me coçar. Acho que isto, é só, mais uma das cenas de ser gaja! Estamos bem, mas vamos à procura de cenas para deixarmos de estar bem, e passarmos a sentir-nos umas belas idiotas, umas tristes parvas, com a mania que nunca nada é como queremos. Vemos coisas que não existem, que mais ninguém vê, e ainda ficamos zangadas, quando nos dizem que estamos a ser idiotas, que não está lá, o que estamos a afirmar ver. P#rr@, porquê? Porque tenho de ser assim? Tenho de arranjar motivos para me massacrar, quando ninguém me deu razão absolutamente nenhuma, para me armar em parva? Dou comigo, a procurar a dita sarna para me coçar, e o problema associado a isto, é que, geralmente quem procura encontra... e eu, não sei, se quero encontrar... ou se é mais uma das minhas fantasias, mais uma das minhas histórias com fantasmas que me perseguem desde sempre. Estarei eu a ler mal o guião? E se eu estou a dirigir um filme com as personagens trocadas? Não fui eu que escrevi o guião inicial, e tomei-o para dirigir um filme sem que mo tivessem pedido. Não deveria antes esperar, em vez de estar a por as personagens provavelmente na ordem errada? Não sei ser paciente, vejo coisas que provavelmente não existem, faço filmes com um guião que não escrevi. Estou á procura de confusão, só posso mesmo.



4 comentários:

Jorge Freitas Soares disse...

Olá

Faz parte, vem com o pacote, a capacidade de fazer filmes vem de dentro de nós... imaginar as coisas, sentir por anticipação.. tudo isso faz parte.... veio no mesmo pacote donde veio essa tua capacidade incrivel de escrever.. e de nos fazer sentir as coisas pelas palavras.....

Eu também sou assim..... e sei que nem sempre é fácil de gerir.

Beijinho
Jorge

blue eyes disse...

É, pior é quando a ficção que pomos nos filmes não corresponde à realidade, e distorcemos tudo, ou não... Enfim, desliga-se a câmara, deixa-se a realização para outras alturas, e vamos ver os filmes dos outros.
beijinho

crisálida disse...

Putzz... Heheheh
Paraceu até eu escrevendo. lol
Eu faço exatamente a mesmíssima coisa, e às vezes choro e sofro com coisas que só existem na minha cabeça e nos meus medos...
Somos humanas, enfim...

Beijinhos. :-)

blue eyes disse...

Eu bem tento não fazer um filme, mas está dificil. Quando as respostas não surgem, nós mulheres tentamos obter as respostas com os filmes que vamos criando, e é isso, que complica mais as coisas. É o medo que me faz andar à roda do assunto a fazer um filme, quando a forma mais fácil de obter a resposta é perguntando, mas aí, lá vem o medo da resposta... é tão complicado ser mulher...
Logo, logo, vou saber e terminar o filme de vez, só espero com happy-ending.
beijnho