Pesquisa personalizada

terça-feira, 15 de abril de 2008

Meo



Se o comando é meo, porque é que eu não tenho o controlo? Deixei de ter controlo sobre a minha vida, saúde, algumas necessidades. Nem sobre o meu corpo tenho controlo. Quer dizer, não ando a fazer disparates, mas há coisas que perdi totalmente o controlo. Não consigo controlar a circulação sanguínea, não consigo controlar nada internamente, o corpo não me obedece, e nem obedece ás leis da natureza. Está auto-controlado por si próprio, independentemente da sua natureza feminina, independentemente de mim, que deveria conseguir controlar melhor o que aqui se passa. Não controlo o sono, nem para que chegue, nem para que se vá! Está tudo fora de controle, até parece que de repente, se auto-regula, sem necessidade de mim. Eu aqui, sou só mera cápsula, um casulo, onde se alojou sem que eu pudesse ter mão nele. Quero voltar a ter o poder de te comandar. Onde está o comando? O comando é meo!

10 comentários:

Anónimo disse...

XANA

Voce,esta doente?

Mal de amor, estar doente é pior.

Faça-me um verso destas duas frases. Pedido deste seu leitor.

blue eyes disse...

Olá, pode tratar-me por tu! Obrigado, por perguntar, mas felizmente não estou doente, apenas alguns momentos em que as coisas nos fogem de controlo!
Pedido aceite, prometo que vou fazer um verso das frases, em breve.

Smootha disse...

Já nada é como dantes, n é Xana?
Sentes-te impotente perante essas coisas todas, bolas, nem quero imaginar.
Se precisares de pilhas pro comando avisa.
Versos a pedido, hein?... :)

Pessoinha disse...

Não me digas que eras uma "humanoida" e não sabias... eu se calhar também sou... fiquei a pensar nisto depois de ler o teu post... hummm ... ó maaaae! Onde está o meo comando?!

Xinhus! :))))))))))

Anónimo disse...

XANA

Ainda bem.
No entanto quando nao controla-mos
as coisas é devido por vezes a falta de sentido da vida.

reticencia disse...

por falar nisso também gostaria de recuperar o meo comando, ou o da minha vida! deve estar debaixo do sofá, é o costume, ou então o preoblema é mesmo a falta de pilhas.
bjos

blue eyes disse...

A minha vida ainda tem sentido, felizmente. É normal, que certas vezes as coisas saiam dos eixos, e é isso que nos faz continuar. Uns dias com sol, outros com nuvens, a vida é assim mesmo.

blue eyes disse...

Debaixo de sofá, falta de pilhas, ou a cadela roeu? Ou o gajo escondeu-o... compra um universal e assim controlas tu tudinho, lol.
bjks

Anónimo disse...

Sendo assim dezejo-te força para
levar as coisas ao mais normal que possivel.

blue eyes disse...

Obrigado!