Pesquisa personalizada

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Chuva

Na chuva da noite,
caminho na relva,
com pés descalços,
porém estou nua.

Do alto da tua janela,
vejo-te a observar
uma louca na rua,
á espera de te amar!

Abres a tua porta,
saindo quase a voar,
invades-me o jardim,
para me abraçar!

Os teus braços fortes,
envoltos em mim,
aquecem este corpo,
num desejo sem fim.

Amas-me mesmo ali,
debaixo de chuva fria,
não importa a noite,
amas-me até ser dia!

A chuva me acorda,
deste quente pensar ,
continuarei sozinha,
até ao teu regressar!

Deste sonho que sonhei,
ficou o desejo de te ter,
mais que uma noite,
mais que pelo prazer!

Onde tu estás não sei,
mas aqui está a chover,
irei nua para a relva,
esperar por te ver!

9 comentários:

Jorge Soares disse...

:-)

Onde tu estás não sei,
mas aqui está a chover,
irei nua para a relva,
esperar por te ver!

Xana.... onde é que tu moras mesmo?
... cuidado com o frio!

Agora a sério, o poema é lindo... tanta sensualidade e paixão...

Ao teu nivel... muito alto

Beijinho
Jorge

blue eyes disse...

Onde é que eu moro...francamente, isso pergunta-se a uma senhora? Hum, não posso dizer publicamente ou amanhã tenho uma invasão no jardim... ;)
O poema foi inspirado no frio do mar do norte, que por lá tem alguém com saudades do calor deste lado do oceano...
beijinho....

reticencia disse...

lindo claro, só podia ser inspiração dos mares do norte! Nós e o amor, não temos emenda!
jokas

blue eyes disse...

Já não sou eu e o amor, é mais eu e os devaneios de uma cabra...
ou a desculpa para escrever o que ficou retido na memória de um passado que se quer esquecer.
Beijokas

Anónimo disse...

XANA

No passado, conheci alguem como tu. Com o teu jeito de comunicar.
Pode-me dar as suas primeiras letras do seu nome completo.

blue eyes disse...

Certamente não sou essa pessoa que conhceu!
Bem as minhas iniciais não posso revelar, fazem parte de minha identidade, e mesmo sendo só as iniciais não posso revelar, por motivos pessoais. Este blog, é parte de algo que quero manter anónimo, se as revelasse poderia perder esse anonimato. Lamento ;)

Anónimo disse...

Onde tu moras isso para mim nao é segredo. Nao tenho a certeza com quem estou a falar,por isso eu te pedi as primeiras letras do teu nome completo para mim chegava. Nao era por isso que perdias o anonimato,no entanto respeito a tua liberdade de pensar.

Anónimo disse...

tontices
Ai,ai , deve ser da chuva, bate uma saudade, eu sei o que isso é .
Este poema parece feita para mim.
Está lindo beijinhos

blue eyes disse...

O problema não é revelar a si as iniciais do meu nome, é tão somente revelá-las aqui no blog, porque há pessoas que conheço que não quero que me indentifiquem, se bem que a descrição no perfil do blog, já por si só, seja uma forma de me identificarem, mas não terão certezas. A si não tenho problemas em revelar, envie-me mensagem para o mail que se encontra no perfil, com o seu mail, que poderei então responder e revelar as iniciais, mas por favor identifique-se na mensagem, para eu não incorrer em erro.