Pesquisa personalizada

domingo, 16 de março de 2008

Bairrista

Pois é, hoje o meu post é para enaltecer o que se faz aqui na minha terra. Passando a parte da publicidade, este vinho Syrah, colheita de 2005, da Casa Ermelinda Freitas, ganhou a medalha de ouro mundial, de entre cerca de 3000 e tal vinhos mundiais. É dose. Só prova que por estas terras se fazem coisas muito boas. Parabéns à Casa Ermelinda Freitas, e à minha terra Palmela, que tem gente de trabalho, que se esforça, e que mostra o valor das gentes do campo. Parabéns à freguesia de Poceirão que assim se mostra ao mundo, como terra de bons vinhos, dentro dos vinhos da Península de Setúbal. Parabéns por este prémio. Pode ser que agora que retirou o estatuto de freguesia rural ao Poceirão, por conta de um pseudo-aeroporto noutro concelho vizinho, perceba agora que queremos é produzir boa pinga e não sementeiras de aviões. O pessoal de Alcochete que fique com os aviões, que nós preferimos viver do trabalho suado do campo, mas que dá muito mais gozo, e mostra muito mais valor por este mundo.
Ora cá está um bom vinho para um jantar a dois, à luz de velas, com direito a "sobreamesa"..., lol.
Sinto-me bairrista, mas sempre gostei de defender a minha terra e as gentes de cá.

4 comentários:

Smootha disse...

:D
Melhor que os desta região, só mesmo alguns alentejanos :D
Muito bem!

M. disse...

Parabéns, sim senhora, não conheço, confesso que compro alentejanos ou ali da minha zona, mas vou incluir na proxima lista de compras... porque adoro um bom vinho tinto!
E gostei que tivesses incluído a tag sexo... :) Sim, porque bom vinho e sexo são uma combinação irresistível...
beijinhos

Pessoinha disse...

Bom, não devias ter falado nisto... ah pois... no dia das migas o que vais ter de levar, o que é? Isso mesmo! uma garrafinha :PPPPPPP
Vou ver se encontro por aqui para provar.
Xinhus! :)

blue eyes disse...

Lamento desapontá-las a todas, mas parece-me que só foram produzidas 11.000 garrafas e inicialmente eram para ser vendidas a 8€, e agora a D. Leonor Freitas, a produtora não sabe se o preço se mantem ou subirá. Possivelmente não vai ser fácil encontrar este vinho nos hipermercados.
Mas no caso das migas, quando marcarem, avisem-me com antecedência, que eu dou lá um saltinho, lol, é que, daqui à adega é só 10 minutinhos.
bjks