Pesquisa personalizada

terça-feira, 25 de março de 2008

Há uns tempos escrevia assim...

Olho ao longe,
procuro em vão,
tento encontrar o teu rosto,
no meio da multidão...
As pessoas passam,
na pressa das sua vidas,
tento encontrar o teu sorriso,
para secar as lágrimas caídas.
Ando à deriva,
no meio da multidão,
tento sorrir,
disfarçar a solidão.
Sento-me e lembro ,
aquele sonho que sonhei,
a sonhar eras meu,
acordada, não sei!
Acordo paraa realidade,
e olho novamente a multidão,
continuo à procura do teu rosto,
para queimar esta paixão.

4 comentários:

Jorge Freitas Soares disse...

Olá Xana

"Olho ao longe,
procuro em vão,
tento encontrar o teu rosto,
no meio da multidão..."

Já me senti assim....

Lindo poema, como todos os teus.

Beijinho
Jorge

blue eyes disse...

Obrigado!
Este poema já tem um aninhos, foi numa outra época bem mais sofrida, em que nem eu sabia ainda quem eu era.
beijinho

Pessoinha disse...

Xaninha, tens de fazer uma compilação dos teus poemas e mandar para uma editora! São lindos! :)

Xinhus!

blue eyes disse...

Ainda não chegam para um livro, daqui a mais uns aninhos eu compilo e mando, quando mandar também o livro que estou a escrever.
bjks