Pesquisa personalizada

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Estrela do mar...

Há músicas que parecem ter sido escritas para contar histórias. Esta condiz na perfeição com um marinheiro que conheci... Uma verdadeira estrela do mar.
Aqui fica a homenagem, pode ser que um dia, quem sabe, a venha a ler.

Jorge Palma - Estrela do mar





Numa noite em que o céu tinha um brilho mais forte
E em que o sono parecia disposto a não vir
Fui estender-me na praia, sozinha, ao relento
E ali longe do tempo, acabei por dormir

Acordei com o toque suave de um beijo
E uma cara morena encheu-me o olhar
Ainda meio a sonhar perguntei-lhe quem era
Ele riu-se e disse baixinho: estrela do mar

"Sou o estrela do mar só a ele obedeço
Só ele me conhece, só ele sabe quem sou
No princípio e no fim
Só a ele sou fiel e é ele quem me protege
Quando alguém quer à força
Ser dono de mim..."

Não sei se era maior o desejo ou o espanto
Só sei que por instantes deixei de pensar
Uma chama invisível incendiou-me o peito
Qualquer coisa impossível fez-me acreditar

Em silêncio trocámos segredos e abraços
Inscrevemos no espaço um novo alfabeto
Já passaram mil anos sobre o nosso encontro
Mas mil anos são pouco ou nada para estrela do mar

"Estrela do mar
Só a ele obedeço
Só ele me conhece, só ele sabe quem sou
No princípio e no fim
Só a ele sou fiel e é ele quem me protege
Quando alguém quer à força
Ser dono de mim..."

tive o desplante de trocar aqui na letra, géneros para a história condizer melhor, porque faz de conta que seria eu a co(a)ntar a música.

2 comentários:

Phoenix disse...

Primeira vez por aqui e tive a sorte de que o primeiro post que li ser a letra de uma das minhas preferidas. Continuei a ler e o encantamento das palavras aumentou mais ainda. Obrigado pelas tuas palavras. É bom ler quem sabe escrever.

blue eyes disse...

Obrigado pela visita ao meu espaço e pelas palavras que deixaste. A escrita é como uma extensão de mim mesma, e pode variar consoante o meu estado de alma, de vez em quando sai asneira...